quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Toca a mexer o joelho direito!



Segredo para atrair mulheres na discoteca...

Um conselho para os homens que tentam em vão impressionar as mulheres na pista de dança: toca a mexer mais o joelho direito!

Um estudo realizado por cientistas britânicos concluiu que as mulheres se sentem mais atraídas por homens que mexem rapidamente o joelho direito ao som da música. A rapidez e variedade dos movimentos do tronco e do pescoço são igualmente importantes para fazer aumentar a atracção física, diz o estudo.

Certamente quem fez este estudo deve ter uma imagem fisica semelhante a foto que ilustra esta noticia...eheh!

O meu conselho para os gaijos que querem impressionar mulheres na noite também envolve o joelho direito ou esquerdo, conforme der mais jeito...eheh!
Na próxima vez que sairem para uma noitada com amigos a "caça" de mulheres experimentem coçar assim como quem não quer a coisa a parte interior do joelho (qualquer um deles)...eheh! Garanto que as mulheres se questionaram: será que é daquele tamanho? ahahah!
Depois digam se deu algum resultado ou não..eheh!

P.S: Felizmente não preciso de usar essa tactica nas noitadas com amigos mas não custa nada tentarem...eheh!

domingo, 5 de setembro de 2010

Back to work...

Acho que já me tinha esquecido que tinha um blog...eheh!
Ando aqui no escritório sem grande coisa para fazer e depois de mais de um mês de férias (quem diz que não é possível ficar farto das férias não sabe o que diz!) em Lisboa, Algarve, Figueira da Foz, Kuala Lumpur e Bali (estes dois últimos lugares aconselho vivamente a quem possa ir e tentarei colocar algumas fotos aqui no blog rapidamente) estava ansioso para voltar a vida activa e ao ritmo de Macau... que é mais ou menos como o ritmo da lesma...eheh!
Vou tentar voltar a escrita no blog, apesar de andar sem grande inspiração para vir aqui escrever...estarei a ficar com uma vida básica? Hummm...Nada disso...!

P.S: Aqui fica uma musiquinha que adorei ouvir durante o verão em Lisboa...! I heard you say...hey hey... I heard you say...hey hey...


sexta-feira, 28 de maio de 2010

Jornal Ponto Final - "O Messi do Sporting de Macau"

O Messi do Sporting de Macau
April 26, 2010

Em três jogos já fez 14 golos. É a vedeta dos “leões” da RAEM, que somam por vitórias os três jogos realizados. Faz a diferença pela frescura física em campo. Joga quase por brincadeira, mas treina seis vezes por semana. Gostava de ir à selecção. O treinador diz que tem ali o seu Messi…

Vítor Rebelo

Só não é a “coqueluche” do futebol de Macau da actualidade, porque já não está na casa dos vinte. Aos 32 anos, Pascoal Júnior “descobriu-se” para o desporto-rei um pouco mais a sério.

E quem agradece é o Sporting Clube de Macau, que este ano se estreia na IV Divisão e tira partido da veia goleadora do moçambicano de nascença, que com 15 dias de vida foi viver para Portugal.

Ali jogou sempre por brincadeira, em jogos amigáveis de futebol de salão. Veio para a RAEM há três anos, por razões profissionais, e continuou a dar uns pontapés na bola apenas para conviver com amigos. Estava por isso “escondido”.

Quis experimentar “voos mais altos” e chegou a treinar no Benfica de Macau, porque é o seu clube do coração. “Coloquei sempre como primeira escolha vestir a camisola do meu clube do coração, o Benfica. Só que havia muitos estrangeiros e eu, como era novato nestas andanças, provavelmente iria para o banco ou até nem conseguiria jogar. Foi por isso que uns amigos e o treinador Paulo Conde, me convidaram para ir para o Sporting. Aqui estou, disposto a ajudar a equipa a alcançar o primeiro objectivo, a subida à III Divisão”, palavras de Pascoal Júnior ao PONTO FINAL, dias depois de ter marcado mais três golos no campeonato mais inferior de Macau, numa partida em que os “leões” ganharam ao Hang Sai por 4-0.

Aptidão para facturar

O jogador tem dado nas vistas e muitos já o terão visto ‘in loco’ no sintético do Campo do D. Bosco ou através dos resumos da televisão, a “desbaratar” as defesas adversárias. E é bem verdade.

José Pascoal Júnior apontou nada mais, nada menos do que seis golos no primeiro desafio que fez com a camisola do Sporting (triunfo sobre o Va Fai por 8-0). Seguiram-se mais cinco (vitória por 6-0 face ao Son I) e depois mais três, na terceira ronda no confronto com o Hang Sai.

São 14 golos apontados e muitos outros desperdiçados.

“Eu próprio estou admirado com esta minha aptidão para marcar golos. Julguei que era mais complicado eu passar de uns jogos de futebol de salão para o futebol mais a sério. Tudo me tem saído bem e estou satisfeito acima de tudo por ajudar o Sporting. Mas acho que a diferença que tem feito é a minha condição física, pois treino seis vezes por semana, quatro das quais sozinho no ginásio do meu prédio.”

No ginásio, a sério

Pascoal Júnior diz que se conseguir convencer os seus colegas no Sporting a fazer o mesmo, então a equipa vai render muito mais: “Tenho força de vontade para treinar no ginásio várias vezes e isso é uma mais valia para mim, pois tenho frescura física para não parar durante um jogo inteiro. É isso que faz falta aos meus companheiros e essa é a diferença que se nota em campo. De resto, no que diz respeito à técnica, já nasce connosco. Mas a equipa do Sporting joga em conjunto e todos temos contribuído para as vitórias. Eu só me destaco pelos golos que marco, mas só os treinadores é que poderão avaliar as minhas aptidões e veia goleadora”.

Ocupar o tempo

Júnior, que veio para o território por três meses para instalar o escritório da empresa (3dcities) e já vai em três anos de permanência, salienta que só surgiu no futebol mais a sério de Macau porque não tinha muita coisa para fazer e assim podia ocupar os seus tempos livres.

“Estava de facto escondido nos torneios e jogos amigáveis de futsal em Macau e esta experiência está a ser agradável, porque principalmente ajudo uma equipa a conseguir as vitórias.”

Questionado sobre as hipóteses do “seu adoptado Sporting”, Júnior diz que tem ambições legítimas de subida: “Temos mostrado que estamos em condições de lutar pelo primeiro lugar da série e seguir em frente para as eliminatórias. Até mesmo para a subida à III Divisão.”

O Sporting de Macau defronta na próxima jornada o Macau Slot (possui igualmente três vitórias em outros tantos desafios) e esse é sem dúvida o grande teste às capacidades do “onze” de Paulo Conde. Bastará o empate para garantir o apuramento para a fase seguinte.

Aproveitar os da casa

Questionado sobre o nível do futebol macaense, Pascoal é peremptório: “Se aproveitassem melhor os jogadores da casa, portugueses e chineses, não era necessário trazer tantos estrangeiros, principalmente brasileiros e chineses. O futebol teria condições para evoluir. O que é necessário é pô-los a jogar nas equipas das divisões principais. Como isso não acontece, andam pelos escalões mais baixos, como acontece nesta nossa IV Divisão, onde há alguns elementos com boa técnica. Depois, a Associação de Futebol deveria estar mais empenhada em tomar as rédeas da modalidade, apesar de se saber que há falta de recintos. Deveria reduzir o número de clubes da IV Divisão. Não se compreende que haja 62 equipas e que só quatro subam de escalão.”

Para já é “leão”

Sobre o futuro, o goleador “verde-branco” nada sabe, reconhecendo que poderá sair se houver convites mais ambiciosos de outras equipas.

“Estou bem esta época no Sporting, depois se verá. Naturalmente que gostaria de jogar noutros clubes, com ambições diferentes, mas ajudar a equipa a subir já me satisfaz”, admite.

E sobre a selecção?

“Quem não gosta de vestir a camisola da selecção. Não vesti a de Portugal porque não a de Macau? Mas a palavra pertence aos treinadores”, confessa o jogador.

Pascoal considera que os jogadores portugueses são os mais fortes: “Salvo algumas excepções, julgo que os jogadores portugueses são os que mais capacidade física e técnica têm, pois são os que trabalham mais. Por isso também, tacticamente, são fortes. É pena não haver uma equipa unicamente formada por portugueses, pois seria a melhor do futebol de Macau. Não tenho dúvidas. Mas se FC Porto, Benfica e Sporting conseguissem juntar-se na I Divisão, então isso seria verdadeiramente um campeonato na sua plenitude.”

O actual melhor marcador de todos os campeonatos do futebol de Macau fechou a entrevista a falar do Benfica de Lisboa: “Está fortíssimo esta temporada. Boas contratações, excelente treinador e um presidente que se manteve em silêncio. Daí os resultados. Merece claramente ser campeão.”

Técnico orgulhoso

Guardámos para o fim a opinião do treinador de Júnior no Sporting. Paulo Conde é um dos poucos jogadores de outros tempos (ao lado, por exemplo, de Mandinho), que ainda se mantêm em actividade na I Divisão.

“O Júnior tem-se mostrado numa divisão que parece fácil, mas não é. Ele trabalha muito e isso é que faz a grande diferença. Há muitos clubes – e a maior parte nós desconhecemos – com jogadores que jogam bem à bola. Essa experiência é uma mais valia e é muito difícil de bater. Isso tem-se notado neste campeonato. O Júnior treina seis vezes por semana e o Sporting tira disso partido. É o nosso Messi. Sai muito rápido a jogar e não fica à espera da bola para marcar. Vai buscar jogo e é muito bom finalizador, principalmente numa distância curta. Torna as coisas fáceis pela sua velocidade, explosão e condição física. Penso que tinha lugar em qualquer equipa da I Divisão de Macau”, considera Paulo Conde.

Seguir em frente

Paulo Conde, que continua a vestir a camisola da Casa do FC Porto, que ajudou a subir desde a IV Divisão, está esperançado na passagem do Sporting à fase seguinte: “O Macau Slot não vai ser fácil, pois tem as mesmas ambições. Não vamos jogar para o empate, que nos serve. Só queremos ganhar. Confio na minha equipa e claro na mais valia que é sem dúvida o Júnior Pascoal.”

De referir que a I Divisão do futebol de Macau faz esta semana uma paragem, a pedido do Grupo Desportivo da Polícia de Segurança Pública, que tem compromissos com equipas policiais do exterior.

Já se realizaram duas jornadas da prova da RAEM e só duas equipas, Monte Carlo e FC Porto, somam por vitórias os desafios realizados.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

quinta-feira, 15 de abril de 2010

" Agora entendo porque sou assim..."

Tinha de existir uma explicação cientifica...eheh!

"Estudo: os mestiços são mais atraentes

Explicação é genética e remonta às teorias de Charles Darwin

Um estudo feito na Universidade de Cardiff, País de Gales, com uma amostra aleatória de 1205 pessoas brancas, negras e mestiças, conclui que as caras dos mestiços são as mais atraentes.

O estudo foi apresentado esta quinta-feira numa conferência da Sociedade Britânica de Psicologia, em Londres, por Michael Lewis, da Universidade de Psicologia de Cardiff, segundo a agência Lusa.

O investigador lembrou à imprensa britânica que investigações anteriores, mas numa escala menor, indicavam a mesma conclusão, e que este estudo foi uma tentativa de fazer um teste mais alargado.

O estudo demonstrou que 55 por cento de faces mestiças foram avaliadas como as mais atraentes.

Segundo a agência Lusa, o inquérito revelou também que quando se avalia a frase «extremamente atraentes» a «vitória» coube claramente a este grupo.

O autor do estudo defendeu também que esta parte da população tem um sucesso desproporcional ao seu número, no que toca a profissões.

Além disso, apontou ainda uma explicação que remonta às teorias de Charles Darwin, desenvolvidas no século XIX: «o cruzamento de várias bases genéticas originam naturalmente pessoas «em forma» a nível genético e que tendem a ser mais atraentes».

Lewis acrescentou por fim que os humanos estão «programados» para uma média quando avaliam a beleza, o que pode significar que os mestiços se destacam entre a multidão de etnias."

P.S: Já tinha dito que sou mestiço? eheh

sexta-feira, 9 de abril de 2010

"Lionel Messi de Macau..."

Não podia deixar de aqui colocar o post de um amigo de Macau acerca da noticia publicada ontem sobre mim...

Sexta-feira, Abril 09, 2010
Lionel Messi de Macau.

Notícia publicada ontem no Hoje Macau:


http://www.hojemacau.com/news.phtml?id=38511&type=sport&today=08-04-2010

A peça - de excelso recorte literário, diga-se - peca apenas por defeito, no que às qualidades do interveniente diz respeito. Não fora o engano na idade do "Leo" de Macau e o pequeno pormenor de Pascoal não ter nenhum u, e estava aqui coisa digna de figurar no sítio da FIFA.

publicada por VICI @ 4/09/2010 02:55:00 PM

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Qual Lionel Messi? É o Junior Messi...ehehe!

Aqui fica uma noticia publicada num dos jornais locais...

Sporting vence Son I por 6-0

Refeição de leão

Pascual Júnior começa a representar para o Sporting de Macau aquilo que Lionel Messi representa para o Barcelona. Sempre que a nova coqueluche dos leões do território consegue desencantar uma nesga de espaço na frente de ataque, parte-se a louça no último reduto da formação adversária e o perigo paira sob a baliza oposta

Seis golos sem resposta e uma exibição irrepreensível. A formação do Sporting Clube de Macau ainda só disputou dois encontros na presente edição da Liga Júnior – prova que garante o acesso ao terceiro escalão – mas é cada vez mais uma séria candidata a um lugar entre a imensa miríade de equipas que disputam a III edição.
Ontem, os leões do território esmagaram o Son I por seis bolas a zero, num encontro disputado quase a ritmo de passeio pelos jogadores do grupo de trabalho orientado por Paulo Conde. Em dois encontros disputados, o conjunto leonino marcou um total de treze golos e não consentiu nenhum. Dos treze tentos apontados, onze tiveram a assinatura de um jogador que promete dar que falar nas lides do desporto-rei do território.
Pascual Júnior começa a representar para o Sporting de Macau aquilo que Lionel Messi representa para o Barcelona. Sempre que a nova coqueluche dos leões do território consegue desencantar uma nesga de espaço na frente de ataque, parte-se a louça no último reduto da formação adversária e o perigo paira sob a baliza oposta com uma eficácia tal que são poucos os remates que saem dos pés do avançado que não morrem no fundo das redes. Depois de ter apontado um duplo “hat trick” na partida de estreia com a camisola do Sporting, Pascual Júnior voltou a chamar a si o estatuto de arma de solução final dos leões, ao colocar de novo o conjunto orientado por Paulo Conde na rota de um resultado dos antigos.
Sempre mais forte e mais eficaz o Sporting entrou a matar sob o frágil Son I e ao intervalo já vencia por três bolas a zero, mercê dos golos apontados por Pascual (2) e por Pedro Maia, jogador que também já tinha feito o gosto ao pé na partida de estreia do sete verde e branco nas andanças da Liga Júnior.
Na segunda parte, a formação leonina duplicou a vantagem, mas o milagre da multiplicação dos golos teve um único artífice por protagonista. Inspirado, possante e decidido, Pascual Júnior escangalhou com simplicidade matemática a defensiva do atónito Son I, inventando dois dos três golos que o Sporting marcou na segunda metade do encontro.
Aos 48 minutos, o avançado de 25 anos aproveitou da melhor forma uma perda de bola do Son I no seu sector mais recuado e bateu com facilidade o guarda-redes adversário. Dez minutos depois, Júnior delineou a régua e esquadro o melhor golo da noite. O dianteiro leonino recuperou a bola ao meio campo, passou por um arraial de defesas adversários, zarelhou da esquerda para a direita e da direita para a esquerda e rematou colocado para o fundo das redes adversárias.
Três minutos depois, Pascual Júnior encerrou a contagem, concluíndo uma boa jogada do ataque do Sporting, uma das poucas em que o avançado mostrou necessitar da equipa para despedaçar a resistência do conjunto opositor. Depois do golo, Paulo Conde optou por dar descanso a Júnior e o Sporting quase não voltou a dispôr de oportunidades e quando as teve, faltou engenho e arte para chegar ao sétimo golo. Com duas goleadas em dois jogos disputados, o Sporting Clube de Macau lidera a respectiva série do Campeonato da IV Divisão, com seis pontos somados. Os leões marcaram um total de treze golos e não sofreram nenhum.

http://www.hojemacau.com/news.phtml?today=08-04-2010&type=sport

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Futebol de Macau: Sporting Clube de Macau - Son I

Aqui fica um breve relato de mais um jogo do SCM e da minha epopeia futebolistica por terras do Oriente...eheh!

April 8, 2010
Sporting Clube de Macau - Son I

Caros Consócios e Sportinguistas,

A equipa do Sporting Clube de Macau jogou ontem pela segunda vez, defrontando o Son I.
Aqui fica uma breve crónica do jogo.

JOGO: SPORTING CLUBE DE MACAU - SON I
DATA: 07/04/2010 HORA: 20:00 H
LOCAL: Campo relvado sintético do Colégio D. Bosco
RESULTADO AO INTERVALO: 3-0 RESULTADO FINAL: 6-0

Sporting C. M.: Filipe Trindade, Luís Monteiro, Marcelo Yee, Rui Silva, Pedro Maia, José Abecassis, Júnior

SUBSTITUIÇÕES:
Ricardo Sá Carneiro substitui Rui Silva aos 49 minutos. Aos 53 minutos Assis substitui Luís Monteiro. Alexandre Matos substitui Marcelo Yee. Gonçalo Pinheiro Torres entra para o lugar de José Abecassis aos 60 minutos. Gonçalo Coteriano substitui aos 61 minutos Pedro Maia. André Mergulhão entra no minuto seguinte para o lugar de Júnior.


O jogo inicia-se com um primeiro ataque do Son I saindo a bola pela linha de fundo. Aos 3 min. Júnior faz 1-0 para o Sporting a partir de um belo passe de José Abecassis. A equipa que começa a imprimir o seu domínio de bola.
Os ataques sucedem-se com uma perdida de Pedro Maia aos 11 minutos, outra de Júnior aos 12 minutos. Rui Silva, no minuto seguinte, entra pelo lado direito da área e remata a passe de Júnior para uma bola no poste. Aos 15 minutos Marcelo Yee remata de fora de área. Aos 16 minutos é de novo Júnior a fazer o 2-0.
O Sporting mantém o domínio e o fluxo atacante com um toque de bola e qualidade de passe muito superiores ao adversário.
Aos 21 minutos um belo remate de Abecassis que ressalta e insistência de Pedro Maia. Aos 24, Júnior domina a bola, corre com ela e tem uma perdida à boca da baliza. Aos 26 minutos, Júnior repete e sofre penálti pelo guarda-redes que o árbitro não marca.
Pedro Maia marca aos 30 minutos, elevando para 3-0 o resultado que se irá manter até ao intervalo.

Retomada a partida, logo aos 37 minutos de jogo, um belíssimo ataque do Sporting que coloca três jogadores nossos lançados é neutralizado pelo apito do árbitro. Lance discutível mas, apesar de tudo, de belo efeito.
Aos 43 minutos, Júnior isola-se e faz um chapéu ao guarda-redes que, infelizmente, passa ao lado da baliza.
Aos 48 minutos Júnior tira a bola a um adversário, dribla e remata para o 4-0.
Aos 58 minutos, novamente Júnior isola-se, entra na área, dribla o guarda-redes e faz o 5-0.
Aos 61 minutos, Júnior faz o 6-0 e quinto golo da sua conta pessoal.
A partida termina aos 70 minutos com a equipa a segurar a bola.


O balneário do Sporting é excelente, a equipa evidenciou no seu segundo jogo uma maior calma, um domínio ainda mais consistente e as substituições mantiveram a equipa sempre no mesmo patamar.

Esforço, Dedicação, Devoção e Glória.
Viva o Sporting Clube de Portugal
Viva o Sporting Clube de Macau

Publicado quando o contador de visitantes registava 6499 visitas.

Posted by António Conceição Júnior at 10:45 AM

terça-feira, 30 de março de 2010

"Futebol de Macau..."

Para os meus amigos que não queiram ver a reportagem na integra, começem a ver apartir do minuto 13.

video

Abraços

domingo, 28 de março de 2010

"Alfie..."

Aqui fica algo para as pessoas que namoram, vivem ou simplesmente querem que o seu "mais que tudo" de alguma forma "assente"...
Todos nós (homens e bastantes mulheres) de uma forma ou de outra somos eternos "pick up artists", faz parte do nosso ADN...a necessidade de procurarmos, desejarmos, ou simplesmente seduzir o sexo oposto...
Este filme é um verdadeiro relato daquilo que muitos de nos fomos ou somos durante grande parte da nossa vida.
Após vermos este filme apercebemo-nos que a nossa vida está ali naquela tela... que todos nos somos um Alfie e que no final acabamos (vejam o final do filme)...
Este filme é uma chamada de atenção, para aquilo em que nos podemos transformar se continuarmos a pensar só em nós e não formos capaz de superar a nossa falta de capacidade para nos entregarmos a alguém que realmente nos ama e que esta ali a nossa espera de braços aberto...



P.S: O filme não faz milagres...eheh...mas ajuda...ehehe!

Playlist 5...

Aqui ficam mais dois temas para a minha playlist:





P.S: A versão italiana do "To love somebody" também é muito boa, apesar de achar que só após ouvir algumas vezes é que ganhamos noção do quão boa é...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Segredo futebolístico...

Caros amigos,

Como é do vosso conhecimento sou Benfiquista...desde pequenino (onde já ouvi isto? eheh)e como todos os adeptos desse Glorioso clube foi sempre minha vontade vestir a camisola do SLB! Tal nunca foi possivel, não por falta de jeito, claro! Mas por coisas da vida...e pouca vontade de treinar..também!eheh!
O que faz-me escrever este post é o terrivel segredo que tenho de revelar: jogo futebol em Macau pela equipa do Sporting! Pronto já disse! Não me matem..eheh!
Aproveito para deixar aqui o relato do primeiro jogo desta recente filial do SCP e a foto da Praxe.



March 23, 2010
Relato-crónica do Jogo de Estreia

Caros Consócios e Sportinguistas


Após melhor verificação dos dados, aqui fica para memória futura a crónica do jogo de ontem.

JOGO: SPORTING CLUBE DE MACAU - VA TAI
DATA: 22/03/2010 HORA: 21:30 H
LOCAL: Campo relvado sintético do Colégio D. Bosco
RESULTADO AO INTERVALO: 3-0 RESULTADO FINAL: 8-0

SPORTING C. M: Ricardo Sá Carneiro, Rui Silva, Abecassis, Luís Monteiro, Pedro Maia, Bruno Carvalhal e Júnior;
SUPLENTES: André Mergulhão, Gonçalo Torres, Gonçalo Coteriano, Ahod Carvalho e Carlos Carvalhal.

SUBSTITUIÇÕES: Aos 16 min. o nº 11 Bruno Carvalhal pelo nº 15 André Mergulhão; aos 44 min. o nº 9 Rui Silva pelo nº 14 Gonçalo Torres; aos 52 min. o nº 6 Pedro Maia pelo nº 7 Ahod Carvalho; aos 53 min. o nº 18 Abecassis pelo nº 2 Gonçalo Coteriano.

Era com alguma expectativa que se aguardava a 1ª participação da equipa sportinguista na 4ª Divisão do Campeonato de futebol de 7 de Macau. A indisponibilidade do contributo à equipa dos 2 guarda-redes inscritos constituía o 1º obstáculo a ultrapassar… mesmo antes de entrar em campo. Mas, quem não tem cão caça com gato, e aqui o felino surgiu na generosa e louvável atitude de Ricardo Sá Carneiro ao disponibilizar-se para ocupar tão ingrato lugar. Fê-lo com surpreendente mestria, pese embora o escasso trabalho a que foi sujeito, mas transmitindo à equipa elevados níveis de confiança, através de constantes incitamentos e apelos à organização estrutural defensiva e não só.
O Sporting iniciou o jogo com uma boa circulação de bola, adoptando um cauteloso sistema 1-3-2-1 com boa dinâmica dos médios e defesas laterais, que rapidamente assumiam um 1-1-2-1-2, ou mesmo um 1-1-2-3 quando a equipa atacava.
Logo aos 5 min. o nº 8 Júnior conduz a bola pelo corredor lateral esquerdo e assiste Pedro Maia que na entrada remata para uma boa defesa do guarda-redes adversário. Estava dado o 1º sinal de perigo, aos 6 e 7 min. é Júnior que é apanhado em fora-de-jogo, vítima da enorme ofensividade que a equipa imprimia ao jogo.
Aos 8 min. Júnior sozinho na área, perante a ausência de apoio opta pelo remate que o guarda-redes defende, mas no minuto seguinte (9 min.) Júnior é lançado em profundidade pelo corredor central, dribla o guarda-redes e obtém o 1º golo, durara 9 minutos a resistência do VA TAI.
Logo no minuto seguinte (10 min.), Bruno Carvalhal dribla 2 adversários, entra na área e remata com o guarda-redes a corresponder com uma boa defesa. Deste lance Bruno sai lesionado, tendo de ser substituído pelo nº 15, André Mergulhão, que vai ocupar o lado esquerdo da defesa, passando o nº 10 Luís Monteiro para o lado direito do meio campo.
O Sporting dominava o jogo em todos os aspectos, a equipa do Va Tai tinha extrema dificuldade em ter a posse da bola, e quando o fazia (mais por desequilíbrios compreensíveis por parte do Sporting, que pelas facilidades concedidas se balanceava definitivamente ao ataque), faltavam-lhe os apoios para as transições defesa-ataque e muito mais para criar desequilíbrios originadores de situações passíveis de finalização.
Continuou a torrente ofensiva do Sporting, e aos 14 min., boa tabela no lado esquerdo a proporcionar ao nº 10 Luís Monteiro um bom remate, correspondido com uma boa defesa do guarda-redes. Passados 2 minutos (16 min.) é o nº 8 Júnior que após uma boa recepção na área, evita um adversário e com um remate bem colocado obtém o 2º golo.
Aos 20 min., de novo o nº 8 Júnior, que fazendo uso da sua velocidade, aparece na frente do guarda-redes, com simulações sucessivas deita-o no solo, e passando-lhe a bola por cima obtém o seu 3º golo.
Aos 25 min. o Va Tai dispõe da sua única oportunidade de golo durante todo o jogo, uma recuperação de bola no seu meio-campo defensivo, apanhando toda a defensiva sportinguista balanceada ao ataque à excepção do central nº 18 Abecassis, arranque rápido do jogador nº 20 que ladeado por aquele entra na área, Ricardo Sá Carneiro sai a diminuir o ângulo, qual guarda-redes experimentado, e ao remate do avançado do Va Tai, corresponde com uma vistosa defesa, arrojando-se ao solo e desviando a bola para canto.
Continuou o Sporting a atacar, e aos 28 min., de novo Júnior, em resposta a um bom cruzamento do lado esquerdo remata de primeira mas ao lado. Aos 29 min. é o central nº 18 Abecassis que numa incursão pelo seu corredor remata forte de meia distância, mas por cima da barra. Aos 32 min. é a vez do nº 10 Luís Monteiro rematar também de meia distância, mas ao lado, mas no minuto seguinte (33 min.) este mesmo jogador, com novo remate de meia distância leva a bola a bater no poste. Aos 34 min. é o médio nº 6 Pedro Maia, que numa boa jogada pelo corredor central assiste Júnior que remata ao lado, concluindo-se assim a 1ª parte do jogo.

Na 2ª parte, o jogo reiniciou-se com a mesma toada ofensiva do Sporting, e logo ao 37º minuto o nº 8 Júnior executa uma boa jogada e assiste o nº 18 Abecassis que remata ao lado. Ao minuto 39 é novamente Júnior que com fintas sucessivas vai à linha de fundo e cruza a meia-altura para o nº 6 Pedro Maia que com o abdómen faz o 4º golo para o Sporting.
Com o resultado praticamente feito, o jogo entrou numa fase algo incaracterística de alguma desorganização estrutural com a equipa do Va Tai a sentir muitas dificuldades físicas e o Sporting a privilegiar o individual em detrimento do colectivo, também pelo facto da equipa técnica sportinguista a proceder a alterações e adaptações perfeitamente compreensíveis para rodar os seus jogadores.
Aos 44 min. o nº 9 Rui Silva cedeu o seu lugar ao nº 14 Gonçalo Torres que foi ocupar o lugar de defesa lateral direito deixado pelo seu colega substituído.
Apesar do atrás referido, o Sporting continuou a dominar o jogo com o Va Tai a tentar a todo custo retardar a marcha do marcador e tentando a espaços aproximar-se da baliza sportinguista, sendo sintomático que tenha efectuado o seu 2º remate aos 45 min. por intermédio do seu jogador nº 20.
Aos 52 min. é o nº 6 Pedro Maia que saiu para a entrada do nº 7 Ahod Carvalho no lado direito do ataque, em apoio a Junior. E aos 53 min. foi a vez do nº 18 Abecassis dar o lugar ao nº 2 Gonçalo Coteriano que foi ocupar o lugar de defesa lateral direito em troca com o nº 14 Gonçalo Torres que passou para eixo da defensiva, lugar antes ocupado pelo seu colega nº 18 Abecassis.
Aos 56 min. é de novo Júnior que através duma boa jogada pelo corredor lateral esquerdo proporciona ao nº 7 Ahod Carvalho uma boa situação de finalização, mas este querendo resolver depressa, remata ao lado. Ao minuto 59 é Júnior que bem lançado em profundidade dribla o guarda-redes e calmamente faz o 5º golo do Sporting e o seu 4º golo.
As oportunidades de golo são consecutivas, aos 60 min. Ahod aparece solto na área e remata por cima da barra, ao 63 min. Junior (sempre ele) entra na área pelo corredor direito e remata ao poste, e aos 65 min. pelo mesmo corredor, Junior entra na área, dribla novamente o guarda-redes e factura o 6º golo para o Sporting… e o 5º do seu pecúlio. Mais algumas boas jogadas entre Junior e Ahod não resultaram em golo por este ou por aquele pormenor, mas aos 68 min. Júnior entra na área, dribla um defesa e aumenta o marcador para 7-0 fazendo o seu 6º golo.
A acabar o jogo, min. 69 é Ahod Carvalho que arranca da zona de meio-campo com a defesa adversária absolutamente impotente para o travar e na cara do guarda-redes assiste o capitão Luís Monteiro que calmamente fecha a contagem obtendo o 8º golo.

Em resumo, perante um resultado desta natureza não é possível extrair grandes conclusões, ficando-nos como referências os primeiros 35 minutos de jogo (1ª parte) em que a equipa praticou um futebol agradável, apoiado numa razoável circulação de bola, servido por uma boa organização dinâmica do jogo conseguindo com facilidade criar desequilíbrios na estrutura defensiva adversária.
Depois, com as facilidades concedidas a equipa compreensivelmente não sentiu necessidade de grande concentração e aplicação colectiva para continuar a aumentar a vantagem… daí que seja natural que o nível do jogo tenha decaído.
Aguardamos pois com curiosidade os próximos jogos, para perante adversários com melhores argumentos podermos avaliar melhor as capacidades da equipa sportinguista.



http://sportingclubemacau.blogspot.com

Saudações Leoninas

Posted by António Conceição at 10:18 PM

domingo, 21 de março de 2010

Playlist 4...

Por culpa da maldita gripe que apanhei na volta de Shanghai, acabei por passar o fim-de-semana debaixo do cobertor a ver filmes...
Tive a oportunidade de rever um grande filme e ver um outro que é uma homenagem (do meu ponto de vista) a um "HOMEM" com uma capacidade uníca para nos inspirar... Obrigado Gripe!

Fiquei com duas músicas na memória depois de ver os ditos filmes, se bem que uma delas já tinha ouvido pela mão de uma grande amiga minha...





"Invincible" in Latin:


Out of the night that covers me,
Black as the pit from pole to pole,
I thank whatever gods may be
For my unconquerable soul.


In the fell clutch of circumstance
I have not winced nor cried aloud.
Under the bludgeonings of chance
My head is bloody, but unbowed


Beyond this place of wrath and tears
Looms but the Horror of the shade
And yet the menace of the years
Finds and shall find me unafraid.


It matters not how strait the gate,
How charged with punishments the scroll,
I am the master of my fate:
I am the captain of my soul.


P.S: As vezes não precisamos de mover mundos para conseguirmos alcançar o que queremos...basta movermo-nos a nos para alcançarmos o que tanto queremos...

Abraços

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Playlist 3...

Sendo que estou a dois dias de ir para a Thailandia tratar do bronze e quem fala da Thailandia fala de praias paradisiacas, 35ºC, festas na praia..eheh! Achei que devia acrescentar estas duas musicas que me recordam imenso o "verão" e não só...

Esta é sem duvida a musica que marcou um verão fora do vulgar mas acima de tudo a letra mostrou-se perfeita para dedica-la a uma pessoa que surgiu na minha vida...



Nada melhor que uma musica que nos remete para a ilha da "noite"...




Abraços

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Playlist 2...

Mudando um pouco o registo das musicas vamos até as minhas origens, não que as conheça mas sendo "preto" as origens são sempre africanas..eheh!





Abraços

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Playlist 1..

Com alguns dias de atraso...aqui ficam mais duas musicas para a playlist do JE...

A primeira musica de hoje é uma daquelas que fica no ouvido, um excelente trabalho dos Pearl Jam.





Além de ser a musica que dá o nome ao titulo do meu blog, serviu também como fonte de inspiração para algumas das minhas divagações/post´s

Are we humans or are we dancers?


Abraços

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Playlist...

A pedido de muitas famílias e de alguns amigos com ouvidos de mercador, decidi começar a fazer uma playlist de musicas e colocar as mesmas aqui no meu blog.
Será uma lista daquelas musicas que acho mais... mais... mais qualquer coisa! eheh!
Ainda ando a pensar se as coloco aleatoriamente ou se as devo colocar por categorias com a indicação do momento oportuno para ouvir ou usar esta ou aquela...ahah!
Por enquanto irei começar por colocar aleatoriamente e mais a frente começarei a categorizar e a dar as ditas dicas para cada uma delas...eheh!
Tenho a certeza que os meus amigos homens já estão de sorriso na cara a espera dos próximos posts...hehe!

Esta é sem duvida uma das minhas preferidas e esta no top 5... oiço vezes sem conta...
É sem duvida uma musica que nos faz pensar no que queremos...



Aqui esta uma musica que combina em tudo comigo...



Vou começar a pensar no post de amanhã.

Abraços