terça-feira, 30 de março de 2010

"Futebol de Macau..."

Para os meus amigos que não queiram ver a reportagem na integra, começem a ver apartir do minuto 13.

video

Abraços

domingo, 28 de março de 2010

"Alfie..."

Aqui fica algo para as pessoas que namoram, vivem ou simplesmente querem que o seu "mais que tudo" de alguma forma "assente"...
Todos nós (homens e bastantes mulheres) de uma forma ou de outra somos eternos "pick up artists", faz parte do nosso ADN...a necessidade de procurarmos, desejarmos, ou simplesmente seduzir o sexo oposto...
Este filme é um verdadeiro relato daquilo que muitos de nos fomos ou somos durante grande parte da nossa vida.
Após vermos este filme apercebemo-nos que a nossa vida está ali naquela tela... que todos nos somos um Alfie e que no final acabamos (vejam o final do filme)...
Este filme é uma chamada de atenção, para aquilo em que nos podemos transformar se continuarmos a pensar só em nós e não formos capaz de superar a nossa falta de capacidade para nos entregarmos a alguém que realmente nos ama e que esta ali a nossa espera de braços aberto...



P.S: O filme não faz milagres...eheh...mas ajuda...ehehe!

Playlist 5...

Aqui ficam mais dois temas para a minha playlist:





P.S: A versão italiana do "To love somebody" também é muito boa, apesar de achar que só após ouvir algumas vezes é que ganhamos noção do quão boa é...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Segredo futebolístico...

Caros amigos,

Como é do vosso conhecimento sou Benfiquista...desde pequenino (onde já ouvi isto? eheh)e como todos os adeptos desse Glorioso clube foi sempre minha vontade vestir a camisola do SLB! Tal nunca foi possivel, não por falta de jeito, claro! Mas por coisas da vida...e pouca vontade de treinar..também!eheh!
O que faz-me escrever este post é o terrivel segredo que tenho de revelar: jogo futebol em Macau pela equipa do Sporting! Pronto já disse! Não me matem..eheh!
Aproveito para deixar aqui o relato do primeiro jogo desta recente filial do SCP e a foto da Praxe.



March 23, 2010
Relato-crónica do Jogo de Estreia

Caros Consócios e Sportinguistas


Após melhor verificação dos dados, aqui fica para memória futura a crónica do jogo de ontem.

JOGO: SPORTING CLUBE DE MACAU - VA TAI
DATA: 22/03/2010 HORA: 21:30 H
LOCAL: Campo relvado sintético do Colégio D. Bosco
RESULTADO AO INTERVALO: 3-0 RESULTADO FINAL: 8-0

SPORTING C. M: Ricardo Sá Carneiro, Rui Silva, Abecassis, Luís Monteiro, Pedro Maia, Bruno Carvalhal e Júnior;
SUPLENTES: André Mergulhão, Gonçalo Torres, Gonçalo Coteriano, Ahod Carvalho e Carlos Carvalhal.

SUBSTITUIÇÕES: Aos 16 min. o nº 11 Bruno Carvalhal pelo nº 15 André Mergulhão; aos 44 min. o nº 9 Rui Silva pelo nº 14 Gonçalo Torres; aos 52 min. o nº 6 Pedro Maia pelo nº 7 Ahod Carvalho; aos 53 min. o nº 18 Abecassis pelo nº 2 Gonçalo Coteriano.

Era com alguma expectativa que se aguardava a 1ª participação da equipa sportinguista na 4ª Divisão do Campeonato de futebol de 7 de Macau. A indisponibilidade do contributo à equipa dos 2 guarda-redes inscritos constituía o 1º obstáculo a ultrapassar… mesmo antes de entrar em campo. Mas, quem não tem cão caça com gato, e aqui o felino surgiu na generosa e louvável atitude de Ricardo Sá Carneiro ao disponibilizar-se para ocupar tão ingrato lugar. Fê-lo com surpreendente mestria, pese embora o escasso trabalho a que foi sujeito, mas transmitindo à equipa elevados níveis de confiança, através de constantes incitamentos e apelos à organização estrutural defensiva e não só.
O Sporting iniciou o jogo com uma boa circulação de bola, adoptando um cauteloso sistema 1-3-2-1 com boa dinâmica dos médios e defesas laterais, que rapidamente assumiam um 1-1-2-1-2, ou mesmo um 1-1-2-3 quando a equipa atacava.
Logo aos 5 min. o nº 8 Júnior conduz a bola pelo corredor lateral esquerdo e assiste Pedro Maia que na entrada remata para uma boa defesa do guarda-redes adversário. Estava dado o 1º sinal de perigo, aos 6 e 7 min. é Júnior que é apanhado em fora-de-jogo, vítima da enorme ofensividade que a equipa imprimia ao jogo.
Aos 8 min. Júnior sozinho na área, perante a ausência de apoio opta pelo remate que o guarda-redes defende, mas no minuto seguinte (9 min.) Júnior é lançado em profundidade pelo corredor central, dribla o guarda-redes e obtém o 1º golo, durara 9 minutos a resistência do VA TAI.
Logo no minuto seguinte (10 min.), Bruno Carvalhal dribla 2 adversários, entra na área e remata com o guarda-redes a corresponder com uma boa defesa. Deste lance Bruno sai lesionado, tendo de ser substituído pelo nº 15, André Mergulhão, que vai ocupar o lado esquerdo da defesa, passando o nº 10 Luís Monteiro para o lado direito do meio campo.
O Sporting dominava o jogo em todos os aspectos, a equipa do Va Tai tinha extrema dificuldade em ter a posse da bola, e quando o fazia (mais por desequilíbrios compreensíveis por parte do Sporting, que pelas facilidades concedidas se balanceava definitivamente ao ataque), faltavam-lhe os apoios para as transições defesa-ataque e muito mais para criar desequilíbrios originadores de situações passíveis de finalização.
Continuou a torrente ofensiva do Sporting, e aos 14 min., boa tabela no lado esquerdo a proporcionar ao nº 10 Luís Monteiro um bom remate, correspondido com uma boa defesa do guarda-redes. Passados 2 minutos (16 min.) é o nº 8 Júnior que após uma boa recepção na área, evita um adversário e com um remate bem colocado obtém o 2º golo.
Aos 20 min., de novo o nº 8 Júnior, que fazendo uso da sua velocidade, aparece na frente do guarda-redes, com simulações sucessivas deita-o no solo, e passando-lhe a bola por cima obtém o seu 3º golo.
Aos 25 min. o Va Tai dispõe da sua única oportunidade de golo durante todo o jogo, uma recuperação de bola no seu meio-campo defensivo, apanhando toda a defensiva sportinguista balanceada ao ataque à excepção do central nº 18 Abecassis, arranque rápido do jogador nº 20 que ladeado por aquele entra na área, Ricardo Sá Carneiro sai a diminuir o ângulo, qual guarda-redes experimentado, e ao remate do avançado do Va Tai, corresponde com uma vistosa defesa, arrojando-se ao solo e desviando a bola para canto.
Continuou o Sporting a atacar, e aos 28 min., de novo Júnior, em resposta a um bom cruzamento do lado esquerdo remata de primeira mas ao lado. Aos 29 min. é o central nº 18 Abecassis que numa incursão pelo seu corredor remata forte de meia distância, mas por cima da barra. Aos 32 min. é a vez do nº 10 Luís Monteiro rematar também de meia distância, mas ao lado, mas no minuto seguinte (33 min.) este mesmo jogador, com novo remate de meia distância leva a bola a bater no poste. Aos 34 min. é o médio nº 6 Pedro Maia, que numa boa jogada pelo corredor central assiste Júnior que remata ao lado, concluindo-se assim a 1ª parte do jogo.

Na 2ª parte, o jogo reiniciou-se com a mesma toada ofensiva do Sporting, e logo ao 37º minuto o nº 8 Júnior executa uma boa jogada e assiste o nº 18 Abecassis que remata ao lado. Ao minuto 39 é novamente Júnior que com fintas sucessivas vai à linha de fundo e cruza a meia-altura para o nº 6 Pedro Maia que com o abdómen faz o 4º golo para o Sporting.
Com o resultado praticamente feito, o jogo entrou numa fase algo incaracterística de alguma desorganização estrutural com a equipa do Va Tai a sentir muitas dificuldades físicas e o Sporting a privilegiar o individual em detrimento do colectivo, também pelo facto da equipa técnica sportinguista a proceder a alterações e adaptações perfeitamente compreensíveis para rodar os seus jogadores.
Aos 44 min. o nº 9 Rui Silva cedeu o seu lugar ao nº 14 Gonçalo Torres que foi ocupar o lugar de defesa lateral direito deixado pelo seu colega substituído.
Apesar do atrás referido, o Sporting continuou a dominar o jogo com o Va Tai a tentar a todo custo retardar a marcha do marcador e tentando a espaços aproximar-se da baliza sportinguista, sendo sintomático que tenha efectuado o seu 2º remate aos 45 min. por intermédio do seu jogador nº 20.
Aos 52 min. é o nº 6 Pedro Maia que saiu para a entrada do nº 7 Ahod Carvalho no lado direito do ataque, em apoio a Junior. E aos 53 min. foi a vez do nº 18 Abecassis dar o lugar ao nº 2 Gonçalo Coteriano que foi ocupar o lugar de defesa lateral direito em troca com o nº 14 Gonçalo Torres que passou para eixo da defensiva, lugar antes ocupado pelo seu colega nº 18 Abecassis.
Aos 56 min. é de novo Júnior que através duma boa jogada pelo corredor lateral esquerdo proporciona ao nº 7 Ahod Carvalho uma boa situação de finalização, mas este querendo resolver depressa, remata ao lado. Ao minuto 59 é Júnior que bem lançado em profundidade dribla o guarda-redes e calmamente faz o 5º golo do Sporting e o seu 4º golo.
As oportunidades de golo são consecutivas, aos 60 min. Ahod aparece solto na área e remata por cima da barra, ao 63 min. Junior (sempre ele) entra na área pelo corredor direito e remata ao poste, e aos 65 min. pelo mesmo corredor, Junior entra na área, dribla novamente o guarda-redes e factura o 6º golo para o Sporting… e o 5º do seu pecúlio. Mais algumas boas jogadas entre Junior e Ahod não resultaram em golo por este ou por aquele pormenor, mas aos 68 min. Júnior entra na área, dribla um defesa e aumenta o marcador para 7-0 fazendo o seu 6º golo.
A acabar o jogo, min. 69 é Ahod Carvalho que arranca da zona de meio-campo com a defesa adversária absolutamente impotente para o travar e na cara do guarda-redes assiste o capitão Luís Monteiro que calmamente fecha a contagem obtendo o 8º golo.

Em resumo, perante um resultado desta natureza não é possível extrair grandes conclusões, ficando-nos como referências os primeiros 35 minutos de jogo (1ª parte) em que a equipa praticou um futebol agradável, apoiado numa razoável circulação de bola, servido por uma boa organização dinâmica do jogo conseguindo com facilidade criar desequilíbrios na estrutura defensiva adversária.
Depois, com as facilidades concedidas a equipa compreensivelmente não sentiu necessidade de grande concentração e aplicação colectiva para continuar a aumentar a vantagem… daí que seja natural que o nível do jogo tenha decaído.
Aguardamos pois com curiosidade os próximos jogos, para perante adversários com melhores argumentos podermos avaliar melhor as capacidades da equipa sportinguista.



http://sportingclubemacau.blogspot.com

Saudações Leoninas

Posted by António Conceição at 10:18 PM

domingo, 21 de março de 2010

Playlist 4...

Por culpa da maldita gripe que apanhei na volta de Shanghai, acabei por passar o fim-de-semana debaixo do cobertor a ver filmes...
Tive a oportunidade de rever um grande filme e ver um outro que é uma homenagem (do meu ponto de vista) a um "HOMEM" com uma capacidade uníca para nos inspirar... Obrigado Gripe!

Fiquei com duas músicas na memória depois de ver os ditos filmes, se bem que uma delas já tinha ouvido pela mão de uma grande amiga minha...





"Invincible" in Latin:


Out of the night that covers me,
Black as the pit from pole to pole,
I thank whatever gods may be
For my unconquerable soul.


In the fell clutch of circumstance
I have not winced nor cried aloud.
Under the bludgeonings of chance
My head is bloody, but unbowed


Beyond this place of wrath and tears
Looms but the Horror of the shade
And yet the menace of the years
Finds and shall find me unafraid.


It matters not how strait the gate,
How charged with punishments the scroll,
I am the master of my fate:
I am the captain of my soul.


P.S: As vezes não precisamos de mover mundos para conseguirmos alcançar o que queremos...basta movermo-nos a nos para alcançarmos o que tanto queremos...

Abraços